fbpx
Campos de Golfe
Os 7 Campos de Golfe mais Bonitos do Mundo
2 de janeiro de 2019
Show all

O Golfe nas Olimpíadas

Olimpíadas

O golfe, é um esporte que cresce mais a cada dia. Ainda assim, ficou mais de 100 anos de fora das Olimpíadas. Mas você sabe o porque?

Nesse post, abordaremos a história do tão prestigiado esporte escocês, e os motivos do esporte ficar de fora de várias edições das Olimpíadas.

A história do esporte

O golfe teve sua origem nos meados do século 15, na Escócia. No começo, não era bem visto no país, que chegou até a banir o esporte (assim como o futebol). O motivo era que o esporte “atrapalhava” a prática de arco e flecha.

Olimpíadas

Essa prática era importante pois era um dos principais meios de se defender dos escoceses. Entretanto, com o tempo foi crescendo cada vez mais, se transformando até se tornar o golfe como conhecemos hoje.

Todavia, as regras “oficiais” do golfe só foram estabelecidas no século 18.

A primeira aparição nas olimpíadas

Um século após a criação das regras do esporte, o golfe tem seu primeiro Major: o US Open de 1895.

Somente em 1900, nas Olimpíadas de Paris, o esporte teria sua primeira aparição. Nesse ano, os americanos Charles Sands e Margarett Abbott colocaram seu nome na história do golfe. Sands além de jogar tênis pelos EUA, também jogou golfe, onde se tornou o primeiro campeão olímpico de golfe.

Olimpíadas

Foto: USGA

Ao lado de Sands, Margarett também entrou para história de seu país. Na frança ela não só se tornou a primeira campeã olímpica de golfe mas também a primeira mulher medalhista de ouro pelo seu país.

Um fato curioso dessa história é que Margarett Abbot estava em Paris para estudar arte. A medalhista entrou pro torneio sem saber que se tratava de uma Olimpíada.

1904

O Golfe foi disputado nas Olimpíadas uma segunda vez em 1904, contando com pequena participação de países, basicamente EUA, Canada e Inglaterra.

Dessa edição, consagrou-se campeão o canadense George Lyon, de 46 anos. George foi uma surpresa para a segunda edição das Olimpíadas, já que esta, foi dominada por estadunidenses. O campeonato aconteceu na cidade de St. Louis, em Missouri.

Lyon chamava atenção pelo jeito que realizava sua tacada, bastante influenciado pelo críquete, outro esporte praticado por ele juntamente com beisebol e tênis.

A saída e o retorno do esporte no campeonato

Olimpíadas

Foto: Gabriel Heusi

Na olimpíada seguinte em 1908, um desentendimento entre o Conselho Olímpico Britânico e a The Royal & Ancient Golf Club of St. Andrews fez com que todos os atletas se retirassem da competição e com que o esporte ficasse indefinidamente fora das Olimpíadas.

O motivo principal do desentendimento foi o fato dos organizadores não entraram de acordo com o formato que o jogo seria jogado.

O retorno

O esporte finalmente retornaria as Olimpíadas em 2016, nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, no Brasil.

Na Olimpíada do Rio em 2016, 32 países mandaram seus representantes. Estes, disputaram o torneio em um campo construído na Barra da Tijuca onde sagrou-se campeão o Britânico Justin Rose no masculino e a Coreana Inbee Park no feminino.

Olimpíadas

Foto: Scott Halleran/Getty Images

A transmissão do torneio atingiu recordes de audiência no segmento de golfe em todo o mundo. O evento foi considerado um sucesso aumentando as expectativas para o golfe nos jogos de Tókio 2020 e assim contribuindo para o crescimento contínuo do esporte.

O Brasil cumpriu papel importante no retorno do Golfe às Olimpíadas, fazendo bonito!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *